História e Evolução das Apostas no Brasil

Douglas Uggioni escritor - sites de apostas
por:
Douglas Uggioni
09/26/2023
Blog
historia-e-evolucao-das-apostas-1170x680
História e Evolução das Apostas no Brasil

atualizado em: 13/04/2024

O Brasil tem visto uma evolução vertiginosa das casas de apostas esportivas ao longo dos últimos anos. Foi uma enxurrada de sites de palpites esportivos que se adaptaram ao mercado brasileiro. Afinal, esse tipo de entretenimento está presente em solo brasileiro há anos, como vamos apresentar nessa análise da história e evolução das apostas no Brasil.

Jogo do Bicho

Antigamente, pouco se falava em esportes na maneira profissional em si de jogar bola. O futebol brasileiro, por exemplo, teve início somente em 1895 com a influência dos ingleses. Foi somente no ano de 1933 que esse esporte foi efetivamente profissionalizado.

Mas antes de tudo isso surgia um jogo que ajudaria a dar os primeiros passos para as apostas no Brasil: o Jogo do Bicho. Muito popular entre os brasileiros na atualidade, esse jogo consiste no objetivo de acertar as dezenas do animal que será sorteado.

O Jogo do Bicho original foi criado em 1892 pelo barão João Batista Viana Drummond. A ideia do barão foi arrecadar recursos para ajudar a manter o Jardim Zoológico. Como temática, nada melhor do que animais.

Foi aos poucos que o Jogo do Bicho passou de uma simples diversão em um zoológico do Rio de Janeiro para ser um dos jogos mais jogados no Brasil. Atualmente, ele ainda é muito jogado por pessoas em diferentes partes do território brasileiro.

A principal importância do Jogo do Bicho no Brasil foi abrir os olhos dos brasileiros para uma possibilidade que até então era muito desconhecida: a de apostar. Juntamente com esse jogo, começaram a ganhar popularidade também os jogos de cassino nos anos seguintes.

A “Era de Ouro” dos cassinos

Digamos que o Jogo do Bicho meio que abriu as portas para o que estava por vir entre os anos 1930 e 1945. Conhecida como a “Era de Ouro” dos cassinos, esse período de 15 anos foi de grande exploração de bingo, roleta, vinte-e-um e outros jogos.

Diversos cassinos foram construídos no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, por exemplo. Lá, a aristocracia podia se divertir à vontade. Já os pobres tinham que se satisfazer com o Jogo do Bicho nos locais em que era permitida a sua aposta.

Esse contexto fez com que os brasileiros fossem ficando ainda mais acostumados com as apostas em diferentes jogos. Afinal, eles poderiam apostar em roleta, Jogo do Bicho, bingo, e até mesmo jogar na loteria.

A loteria era o tipo de aposta mais antiga já registrada dentro do território brasileiro. Pois ela data de 1844, mas não chegou a ser tão popular quanto o Jogo do Bicho e o bingo, por exemplo.

De qualquer maneira, todo esse cenário favoreceu muito o que estava por vir ao longo dos próximos anos.

Proibição dos jogos de azar e ascensão dos esportes

Foi no ano de 1946 que o até então presidente Eurico Gaspar Dutra resolveu proibir os jogos de azar em território brasileiro. Isso fez com que muitas pessoas que se divertiam em cassinos e no Jogo do Bicho tivessem que procurar maneiras alternativas de apostar.

Além disso, a proibição dos jogos de azar no Brasil fez com que vários cassinos quebrassem. Afinal, eles não têm mais clientela para cobrir os seus custos. Alguns locais até tentaram se modernizar e oferecer outras opções aos seus clientes. Porém, não durou muito tempo.

Na medida em que os jogos de azar eram proibidos, os esportes passavam por uma ascensão. Como comentamos, em 1933 foi profissionalizado o futebol. Juntamente com a sua profissionalização vieram uma série de mudanças na estrutura dos clubes brasileiros.

Juntamente com a profissionalização do esporte, a Seleção Brasileira de Futebol ganhava espaço no cenário internacional. Isso, por sua vez, ajudava os brasileiros a se sentirem mais orgulhosos de seu país, criando um fanatismo por essa modalidade esportiva que dura anos.

Além do futebol, outros esportes também foram ganhando espaço entre os brasileiros, como as corridas de cavalos em Jockey Clubs. Toda essa popularização das modalidades esportivas fez com que os brasileiros se familiarizassem com as regras para se preparar para as mudanças digitais que estavam por vir.

As casas de apostas online

Por volta dos anos 2000 começaram a surgir as primeiras casas de apostas online que realmente resolveram investir no mercado digital. Apesar da primeira casa de apostas ter surgido em 1795 na Inglaterra, foi depois de mais de 100 anos que essa opção ganhou força no cenário internacional.

Por volta da década de 90, as casas de apostas online começaram a ganhar muita popularidade entre os apostadores. Inicialmente em países como Inglaterra e Austrália, as empresas que oferecem esse serviço foram aos poucos expandindo suas operações para outros países.

Foi em meados do século XX que o Brasil começou a receber as primeiras casas de apostas online. Inicialmente, era uma prática pouco conhecida e que não tinha qualquer tipo de regulamentação ou lei.

A situação ficou assim por anos, com as casas de apostas explorando o mercado brasileiro, mas não tendo que responder a nenhuma lei específica para oferecerem os seus serviços. O apostador brasileiro aproveitou também, já que não tinha que pagar impostos sobre seus ganhos e poderia jogar sem se preocupar com problemas legais.

Afinal, não existiam leis para que você fizesse a sua aposta esportiva online. Porém, tudo mudou quando, em 2018, as apostas esportivas foram legalizadas no Brasil.

Legalização e regulamentação das apostas esportivas

O Governo Federal viu que era necessário legalizar as apostas esportivas no Brasil por vários motivos. Pois as casas de apostas já exploravam o território brasileiro, mas não pagavam nem um centavo de imposto para isso. Sem contar que elas não precisavam se preocupar com qualquer tipo de licença de operação.

Porém, com a lei 13.756/18 sancionada pelo então presidente Michel Temer, tudo mudou. A partir de dezembro de 2018, o Governo Federal tinha 4 anos para anunciar a regulamentação das apostas esportivas no Brasil.

Os anos se passaram e nada foi anunciado. Foi somente em 2023 que o Ministro da Fazenda do governo de Luiz Inácio Lula da Silva anunciou a Medida Provisória nº 1.182/2023. Essa MP alterou a lei 13.756/18 criando algumas regras para a exploração das apostas esportivas no Brasil.

Para o apostador, o que mudou foi o fato de que seus ganhos com palpites em sites de apostas agora deveriam ser declarados na declaração de Imposto de Renda, caso superem o valor do salário mínimo vigente.

Já os sites de apostas precisaram responder uma série de regras para continuar oferecendo os seus serviços para os brasileiros.

Sites de apostas investem em novas tecnologias

Em um mercado competitivo e regulamentado, restou aos sites de apostas investir em novas tecnologias para atrair novos apostadores. Algumas das mudanças que foram observadas ao longo da evolução das apostas no Brasil foram as seguintes:

  • Criptomoedas: os sites de apostas começaram a aceitar criptomoedas. A ideia é diversificar os métodos de pagamentos para atrair até mesmo quem não pretende depositar com opções comuns como boleto e transferência bancária.
  • Aplicativos: as casas de apostas investiram em uma experiência móvel aprimorada. O intuito é permitir que o apostador faça a sua aposta tanto pelo computador quanto pelo celular.
  • Experiência do apostador: tudo que envolve a experiência do apostador foi aprimorado. Desde o atendimento ao cliente até a variedade de modalidade esportivas e métodos de pagamentos foi pensada para que o brasileiro se sinta ainda mais à vontade para apostar em seu esporte favorito.

Essas e outras tendências foram observadas não só no Brasil, mas também em outros países que legalizaram os sites de apostas.

Evolução foi positiva

A história e evolução das apostas esportivas no Brasil ajudou a esclarecer que essa prática ganhou muita popularidade entre os brasileiros por diversos motivos. O fato do brasileiro já estar acostumado ao Jogo do Bicho, a popularidade dos esportes e a evolução dos sites de apostas foram elementos essenciais para o desenvolvimento dessa prática.

A expectativa é de que ainda mais mudanças venham para o mercado de sites de apostas. Com a base legal e a regulamentação, a expectativa é de que as casas de apostas fiquem ainda mais profissionais e os apostadores sintam que sua experiência ficou ainda melhor.

Fã de esportes e focado na criação de conteúdo personalizado de qualidade, Douglas tem como uma de suas especializações os esportes e o mundo das apostas online. Admirador de grandes eventos esportivos e espectador dos principais campeonatos mundiais, Douglas escreve o seu conteúdo buscando sempre trazer até o leitor a informação mais transparente e fidedigna de maneira totalmente imparcial. Além de criar conteúdo sobre apostas e esportes, Douglas também gosta de ler sobre as últimas novidades do mundo esportivo e tem histórico de apostador online em diferentes sites de apostas esportivas. 📧[email protected]